Você sabe como é produzido o dinheiro? Entenda a fundo todo o processo!

Neste post, fique por dentro de como o nosso dinheiro é produzido.
Por Equipe do Banco24Horas
02/12/2020
format_align_left 5 minutos de leitura

Já teve curiosidade de saber como é produzido o dinheiro? Você não está sozinho nessa. É por isso mesmo que a gente vai explicar a fundo todo o processo de confecção das notas que usamos.

Falaremos sobre o papel utilizado, quem faz a impressão, as normas a serem obedecidas, como acontece a coloração e outras informações bem legais. Continue com o Banco24Horas pra ficar por dentro do assunto!

Impressão na Casa da Moeda

No Brasil, o dinheiro é produzido na Casa da Moeda, empresa pública localizada no Rio de Janeiro.

Na primeira camada da impressão, uma tinta invisível é aplicada — que só pode ser percebida ao colocar uma luz azul contra a nota.

Nessa etapa, é feita a filigrana. Pelo nome, parece ser algo complicado, não é? Mas podemos percebê-la com facilidade ao olharmos uma cédula. Essa é uma figura que o governo escolhe, também conhecida como marca d’água. A efígie da República foi a imagem escolhida para o real.

Logo depois, é realizada uma segunda impressão pra colocar os demais itens de identificação. Feito isso, as notas passam dois dias em processo de secagem.

O passo seguinte é a calcografia, que é a impressão em relevo de algumas informações. Por fim, há outra impressão pra aplicar o número que muda de cor. Mas esse processo acontece apenas nas cédulas de R$10,00, R$20,00 e R$200,00.

Uso de papel especial

Agora, vamos ver onde tudo começa? A produção se inicia pela matéria-prima. Sabia que o papel usado pra fazer o dinheiro é tão resistente que até mesmo a água do mar, bastante salgada, não consegue estragá-lo com facilidade?

No geral, as cédulas levam 12 dias pra ficar prontas. Você já reparou como o dinheiro tem uma “vida longa”? Por que é assim? Bem, o papel usado na sua produção tem algumas camadas sobrepostas.

As camadas externas são confeccionadas de pasta de madeira. A segunda camada, conhecida como lâmina do meio, é 100% algodão, o mesmo material utilizado na fabricação de muitas roupas. A fibra mais curta do algodão é chamada de linter.

Ela é o principal material da segunda camada do papel. É nela que são aplicadas as medidas de segurança das cédulas — pra dificultar o máximo possível a falsificação.

Aplicação das normas da ABNT

Todo ano, o Banco Central e a Casa da Moeda decidem a quantidade de cédulas e de moedas a ser produzida. Enquanto a Casa da Moeda fabrica, o Banco Central emite, distribui e controla a circulação do dinheiro.

A fabricação do papel-moeda é um trabalho minucioso e segue, à risca, todas as normas estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A fiscalização acontece desde o momento em que o papel chega à Casa da Moeda até a última etapa da produção.

A Casa da Moeda usa uma balança eletrônica pra pesar cada folha, e as fibras que ficam na parte interna do papel são conferidas por meio de um microscópio. Nessa etapa, são analisadas a aspereza, a alvura e a opacidade do papel.

Existe ainda um teste que avalia o quanto é difícil remover as fibras das superfícies das notas. Na verdade, todo o passo a passo que acontece durante a produção das cédulas deve estar de acordo com as regras da ABNT.

Conferência dos poros do papel

Você imaginava que o dinheiro tem poros? A porosidade ajuda a absorver as tintas e a colocar os itens de segurança. O tamanho dos poros é medido por uma máquina feita especialmente pra isso. Aqui, os tamanhos também devem obedecer às normas da ABNT.

Teste de dupla dobra

O teste de dobradura é bem intenso. Ele acontece milhares de vezes no mesmo ponto da nota, com uma máquina de dupla dobra. Essa máquina dobra e desdobra em repetições contínuas por algum tempo, pra ter certeza da resistência durante o uso pela população.

Quando você faz um saque no caixa eletrônico, o seu hábito provavelmente é dobrar o dinheiro pra guardar, não é? O mesmo acontece com outras pessoas. Por isso, a realização do teste.

Segurança

Você já deve ter visto cédulas de diversos valores e observado que elas têm cores, figuras e outros sinais próprios que fazem parte da segurança delas. Mas calma que vamos explicar melhor como isso funciona!

Cada nota, conforme o seu valor, tem itens de segurança diferentes. Por exemplo, nas cédulas de R$10,00, R$20,00 e R$200,00, os sinais que indicam o valor são impressos com um efeito metálico, que pode ser percebido quando a nota é virada em várias posições.

Já as cédulas de R$10,00, R$20,00, R$50,00 e R$100,00 e R$200,00 contêm um fio de segurança no interior do papel, inserido no momento da impressão.

É importante entender bem os sistemas de segurança no que se refere à primeira e à segunda família. Na primeira família, para ter certeza se a cédula é verdadeira, coloque ela deitada em uma superfície com o canto esquerdo voltado para você. Em seguida, observe se aparecem as letras BC, que pareciam estar ocultas. Nas notas de R$2,00 e R$20,00, elas devem ficar deitadas de frente para você. Assim, será possível identificar essas letras.

Já na segunda família, ao colocar a nota na altura dos olhos, contra a luz, você verá uma marca-d'água com o valor e o animal da cédula aparecerem na área mais clara. Além disso, abaixo dos dizeres "REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL", é possível notar que o desenho retangular da frente é completado por aquele do verso, formando o valor da nota.

A segurança das notas é pensada desde as impressoras. Existe apenas uma empresa que fabrica máquinas de imprimir papel-moeda: a marca alemã Koenig & Bauer.

A Casa da Moeda do Brasil aprimorou as partes técnicas do equipamento alemão, melhorou o seu desempenho e o patenteou. Também criou fórmulas pra criar papel e tinta mais seguros. Com todas essas medidas, a confiabilidade aumentou, assim como a rapidez na impressão do papel-moeda.

Coloração

A coloração das cédulas é distribuída em 17 camadas. As 10 primeiras são passadas em quase toda a nota e colorem o fundo dela. Já a função das 6 tintas seguintes é compor a calcografia, que mostramos no início do post.

O processo de coloração é feito numa matriz de metal — normalmente de cobre, mas pode ser de zinco, alumínio, aço, latão amarelo ou ferro. A última cor da impressão é uma mistura de óxido de ferro, elemento que apresenta magnetismo.

Antes de iniciar o serviço das impressões coloridas, as tintas passam por 18 testes laboratoriais pra análise de suas resistências nas cédulas.

Já que estamos no assunto dinheiro em espécie, você sabia que ele é essencial pra melhorar o PIB do país? Esse é um dos motivos pelos quais o papel-moeda deve estar sempre em circulação. Assim, quanto mais a gente faz uso dele, mais contribuímos pro desenvolvimento da economia. Além disso, caso você queira sacar dinheiro em espécie, o Banco24Horas é um local bastante seguro para essa finalidade.

Interessante saber como é produzido o dinheiro, não é? Então, convidamos você a assinar a nossa newsletter. Assim, podemos deixar você informado sobre tudo o que publicarmos em nosso blog!

Fique por dentro das nossas novidades.

Mais Lidos

como tirar dinheiro do caixa eletronico de graça
Caixa eletrônico
Afinal, como tirar dinheiro do caixa eletrônico de graça?
vantagens de usar dinheiro
Educação financeira
4 vantagens de usar dinheiro pra pagar as compras
Recomendados para você

Tudo que você precisa saber sobre orçamento pessoal em um só lugar!

Controlar as finanças é mais fácil do que você imagina: veja o que é preciso pra fazer um orçamento pessoal e como torná-lo muito eficiente!

Como definir e cumprir suas resoluções de ano novo? Descubra aqui!

É hora de se motivar, encontrar perspectivas e fontes de entusiasmo. Vamos te ajudar com isso. Confira!

Guia da renda extra: venha conosco conhecer as melhores práticas

Pensando em ter uma renda extra, mas não sabe ao certo por onde iniciar? Então você precisa conferir algumas sugestões em nosso guia.

Afinal, como funciona o boleto bancário?

O que é um boleto bancário? Quais campos que ele contém? E a vantagem em usar essa forma de pagamento? Tudo isso, você descobre no post!

Pensando no que fazer com o 13º salário? Temos 6 dicas pra você!

Chega de dúvida do que fazer com o seu 13º salário! Confira agora mesmo como aproveitar da melhor forma esse dinheiro extra!

Entenda a diferença entre conta corrente, poupança e conta de pagamento

Tem dúvidas sobre as características e funções das contas corrente, poupança e de pagamento? Aqui, nós te mostramos quais são!

Procurando dicas para aproveitar a Black Friday? Nós temos!

A Black Friday está chegando e você não sabe como economizar e evitar ofertas enganosas? Então veja agora mesmo as nossas dicas para evitar esses problemas!

Como mobiliar um apartamento pequeno gastando pouco? Veja 6 dicas!

Conheça dicas de como mobiliar um apartamento pequeno pra ter um ambiente funcional e charmoso. É só ver o que a gente preparou sobre o assunto!

VER TODOS OS CONTEÚDOS

keyboard_arrow_right
Fique por dentro das nossas novidades.
Deixe seu email aqui (fique tranquilo, não fazemos spam)
Téo ChatBot