Dinheiro em espécie: vamos conhecê-lo melhor?

Banco24Horas lança série de artigos sobre a evolução do dinheiro
Por Banco24Horas
06/10/2023
format_align_left 5 minutos de leitura

Os tempos estão mudando e a economia se adapta ao avanço da tecnologia. Vivemos em uma era na qual bitcoins, moedas digitais, pagamentos por aproximação e QR Codes estão se tornando cada vez mais comuns. Mas, em meio a essa evolução, o que acontece com o dinheiro em espécie? Qual é o seu papel na nossa sociedade atual?

A partir deste artigo, explicaremos sobre o dinheiro físico, apresentando desde a sua evolução ao longo dos séculos até as vantagens que ele oferece. Além disso, vamos discutir também sobre os meios de pagamento mais utilizados nos dias de hoje. 

Iniciamos aqui, portanto, uma série com 8 artigos que serão publicados semanalmente no nosso blog sobre esse tema. Prepare-se para mergulhar em uma história fascinante!

Criação e evolução do dinheiro

A história do dinheiro remonta os tempos antigos, quando ele era representado por moedas de ouro e prata. Com o passar dos anos, o uso de metais menos valiosos se tornou mais comum. 

A necessidade de guardar essas moedas seguramente levou à criação dos bancos na Idade Média. Os banqueiros da época, verdadeiros negociantes de ouro e prata, ofereciam seus cofres (e até mesmo soldados) para proteger o dinheiro dos clientes. 

A palavra “bank” deriva do italiano “banco”. Isso mesmo! Estamos falando de bancos de sentar: o banco era um objeto de madeira que os negociantes da Itália atuantes em Londres usavam para realizar negócios na cidade.

Com o objetivo de garantir a segurança do dinheiro, as pessoas começaram a preferir o porte de recibos em vez das moedas. Os banqueiros forneciam esses recibos, conhecidos como "notas de ourives", que registravam a quantidade de moedas depositadas. Logo, as pessoas passaram a usar esses documentos como forma de pagamento, dando origem ao dinheiro em espécie.

Resumindo a evolução do dinheiro, podemos destacar alguns marcos importantes. Das moedas de ouro e prata, passamos para moedas de metais menos nobres, seguidas pelas notas de ourives lastreadas em ouro. Com o tempo, as notas foram substituídas pelo papel-moeda e pelas moedas fiduciárias – aquelas que têm valor pelo respaldo da confiança do povo no governo. E, claro, não poderíamos esquecer das moedas digitais, como o bitcoin, litecoin, binance coin, ethereum e ripple.

Do escambo ao PIX

Já em relação aos métodos de pagamento, também houve uma grande evolução ao longo dos séculos. Começando pelo escambo, em que as pessoas trocavam mercadorias diretamente umas com as outras, passamos para o uso do dinheiro físico. Com o tempo, outras formas de pagamento foram surgindo, como cheques, notas promissórias e vales. 

O advento dos bancos trouxe consigo os depósitos bancários e as transferências convencionais. Com a era digital, surgiram os cartões de crédito e débito, as transferências PIX e os aplicativos que reúnem diferentes formas de pagamento em um único lugar.

É inegável que vivemos em uma época de transformação constante. O dinheiro em espécie desempenha um papel importante na nossa sociedade, oferecendo vantagens como a facilidade de uso e a aceitação universal. No entanto, com o crescimento dos recursos digitais, é natural que novas formas de pagamento ganhem espaço. O importante é estarmos preparados para acompanhar essas mudanças e aproveitar o que de melhor elas têm a oferecer.

Entender a história e as vantagens de cada meio de pagamento nos ajuda a tomar decisões mais conscientes e nos prepara para as inovações futuras. Viva a era do dinheiro digital, mas que o dinheiro em espécie nunca perca o seu charme e importância!

No próximo artigo dessa série falaremos sobre a emissão do papel-moeda. Não perca!

Fique por dentro das nossas novidades.
Segurança financeira
Baixe o e-book sobre segurança financeira
Planilha financeira
Baixe sua planilha financeira

Mais Lidos

nathalia-arcuri
Educação financeira
7 dicas de como começar a investir com Nathalia Arcuri, do Me Poupe!
como-conseguir-descontos
Educação financeira
Como conseguir descontos e economizar (muito) dinheiro?
sacar sem cartão (1)
Caixa eletrônico
Quais operações podem ser feitas sem o uso do cartão físico?
Recomendados para você

Como economizar no presente do Dia dos Namorados?

Economizar no presente do Dia dos Namorados é importante pra não comprometer o orçamento doméstico. Neste artigo te mostramos como!

Serviços financeiros: 5 momentos do seu dia a dia em que o Banco24Horas pode ser um aliado

Descubra como o Banco24Horas pode facilitar sua vida com serviços práticos e acessíveis para suas necessidades financeiras diárias.

Golpes financeiros: saiba como identificá-los, evitá-los e o que fazer caso caia em algum

Não é novidade que, todos os dias, os golpes financeiros acontecem em alta frequência. Saiba quais são os principais e como evitá-los da melhor forma

Saiba como sacar sua restituição do imposto de renda

Veja como sacar sua restituição do Imposto de Renda 2024 e garanta seu dinheiro de volta sem complicações.

Finanças pessoais: confira 5 dicas para colocar as contas em dia

Finanças pessoais: confira 5 dicas para colocar as contas em dia. Confira algumas dicas de finanças pessoais para colocar as contas em dia.

Novidade: boletos pagos até às 13h30 podem ser compensados no mesmo dia

Veja como o novo prazo de compensação de boletos pode beneficiar suas transações financeiras diárias.

Boleto bancário: o que é, como funciona e por que foi criado?

O boleto bancário é uma ótima opção na hora de realizar compras, tanto no físico, quanto no digital. Conheça esse modelo de pagamento e suas vantagens.

Dicas de finanças do Banco24Horas para organizar suas contas em 2024

Confira as dicas de finanças preparadas pelo Banco24Horas para você sair do vermelho e deixar as contas em dia em 2024.

Como fazer um bom currículo? Conheça 5 dicas para construir o seu

VER TODOS OS CONTEÚDOS

keyboard_arrow_right
Fique por dentro das nossas novidades.
Deixe seu email aqui (fique tranquilo, não fazemos spam)