Golpes financeiros: saiba como identificá-los, evitá-los e o que fazer caso caia em algum

Proteja-se de uma vez contra qualquer tipo de golpe que cair!
Por Banco24Horas
01/12/2022
format_align_left 6 minutos de leitura

Com a aceleração da transformação digital e o desenvolvimento intenso da tecnologia nos últimos tempos, os golpes financeiros estão se tornando cada vez mais avançados e complexos. Por isso, é importante estar por dentro do assunto, para não se tornar mais uma vítima desses ataques.

Uma pesquisa realizada pelo DataFolha e encomendada pela TecBan apontou que mais de metade da população brasileira tem medo de sofrer algum golpe financeiro. 65% das pessoas que responderam à pesquisa informaram que o maior medo delas é de ter o celular roubado para transações via PIX.

E não é para menos. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), 1 em cada três brasileiros já passou por uma situação como essa. Mas não são só as pessoas físicas que precisam se preocupar com essas ações criminosas, sabia?

As empresas do setor financeiro também são vítimas de golpes

Os golpistas querem dinheiro, por isso, não importa quem será a vítima. Pode ser uma pessoa física ou uma empresa do setor financeiro, independente do seu porte.

Este é um dos principais problemas para as empresas do setor financeiro há muitos anos. Afinal, esse tipo de ataque representa muito mais do que o prejuízo de caixa, mas também um possível problema com a imagem e a reputação de uma empresa.

Normalmente, além de invadir sistemas e roubar dinheiro, esses criminosos também tomam posse de diversos dados, que incluem informações sensíveis dos clientes.

Quais são os principais golpes financeiros mais aplicados hoje?

Selecionamos os golpes mais comuns aplicados atualmente para que você possa ficar ciente e se proteger contra essas armadilhas, confira:

O golpe do pix

Este golpe pode acontecer de diversas maneiras, mas as práticas mais comuns são duas: com a clonagem do WhatsApp, em que um criminoso pede uma transferência para os amigos e familiares da vítima ou através de um suposto contato do banco, em que o golpista solicita que a pessoa cadastre novamente as chaves do seu pix, solicitando informações sensíveis.

O golpe do delivery

O delivery também pode ser uma situação favorável para um golpe. Na hora de cobrar o pagamento de um pedido, o entregador pode utilizar uma maquininha de cartão em que há algum erro ou problema na tela, impedindo que a pessoa veja o valor que foi solicitado, ou seja, os dígitos podem ser muito maiores do que a cobrança em si.

FGTS

Dentre os diversos tipos de golpes financeiros, temos o phishing (pescaria digital). Esta é uma metodologia utilizada pelos criminosos, em que há o direcionamento da vítima para um site falso de uma grande empresa. No caso do FGTS, a pessoa, ao acessar uma determinada página, pode utilizar o benefício como pagamento em diversas promoções e ofertas falsas, perdendo seu saque e dinheiro acumulado.

Emprego

Este é um golpe muito comum nos celulares e smartphones, principalmente via SMS ou WhatsApp. Os criminosos enviam uma mensagem ofertando uma oportunidade de emprego, geralmente com salários altíssimos, em uma empresa conceituada no mercado. Para se candidatar, ele solicita um simples clique, que, ao acessar a URL, redireciona para um processo em que ocorre a extorsão da vítima.

Presente

Neste tipo de golpe, a vítima recebe um presente-surpresa em sua casa. Em seguida, o criminoso entra em contato e solicita uma foto para garantir o recebimento do produto. Durante o processo, ele solicita dados pessoais, entre outras informações, para abrir uma conta bancária com a biometria facial da vítima ou invadir uma conta já aberta.

Ofertas falsas ou sorteio

Ofertas e sorteios também podem ser iscas para golpes financeiros. Os criminosos se passam por empresas famosas, que possuem credibilidade no mercado, divulgando brindes, promoções e ações exclusivas, com links para acessar todos eles. Contudo, tudo não passa de uma jogada com endereços falsos da web, preparados para tirar dinheiro das pessoas.

O golpe do cartão

Apesar do golpe não ser recente, ele ainda acontece e faz muitas vítimas todos os dias. Neste caso, o criminoso se passa por um funcionário do banco e, ao entrar em contato com a pessoa, diz que o seu cartão foi clonado e precisa ser bloqueado o mais rápido possível. Em seguida, para prosseguir o processo, ele solicita que a vítima digite uma nova senha para o novo cartão que será enviado. No entanto, ela está fornecendo informações sensíveis e pode perder todo o seu dinheiro.

6 dicas para evitar os golpes financeiros

Abaixo, separamos as principais dicas para evitar cair nesses golpes financeiros. Veja:

Conferir nunca é demais!

Certifique-se de sempre conferir os valores na tela das maquininhas. Se não for possível realizar essa ação, recuse fazer qualquer tipo de pagamento. Assim, você garantirá sua proteção.

Pagamento via aplicativo

Ao invés de pagar as suas compras de farmácia, supermercado, restaurantes, entre outros exemplos, no momento da entrega de um pedido, você pode usar a tecnologia como aliada e realizar o pagamento pelo próprio aplicativo.

Desconfie dos contatos que chegam até você

Caso você receba algum contato do seu banco ou qualquer outra instituição financeira por ligação, desconfie. Não tome nenhuma ação e procure um dos canais de atendimento oficiais da instituição, para confirmar se a comunicação é verídica.

Além disso, é importante saber que os bancos nunca pedem um cartão de volta. Se você receber um contato com orientações para tal, não compartilhe nenhuma informação pessoal, principalmente sua senha bancária.

Essa desconfiança também se aplica às mensagens em nome de empresas de telefonia, lojas, entre as outras marcas que utilizam diferentes canais, como WhatsApp, redes sociais e e-mail, trazendo ofertas de preços muito abaixo da média. Ou seja, se a dúvida surgir, não clique em links.

Certifique-se de que está no endereço certo

Os golpes financeiros na internet costumam ser aplicados em endereços web com a URL muito parecida com os oficiais das marcas. Normalmente, alguma palavra ou letra possui alguma diferença mínima. Portanto, antes de finalizar uma compra, confirme sempre se o endereço está correto.

Mantenha seus softwares sempre atualizados

Manter os softwares e aplicativos antivírus atualizados também é muito importante para que seus dispositivos sempre estejam preparados quando sofrerem ataques.

Crie senhas diferentes para cada site

Caso você utilize uma mesma senha para diferentes contas, se houver uma descoberta por parte de um criminoso, o prejuízo pode ser muito grande. Sendo assim, não padronize.

Leia também: Governo desenvolve app para prevenir roubo de celulares, golpes e fraudes financeiras

E aí, gostou do conteúdo e das dicas desse artigo? Saiba que a transformação digital vem para facilitar a vida das pessoas, mas ter atenção à segurança nunca é demais, principalmente quando estamos falando do âmbito financeiro.

Leia também: App busca prevenir roubo de celulares, golpes e fraudes financeiras

Fique por dentro das nossas novidades.
Segurança financeira
Baixe o e-book sobre segurança financeira
Planilha financeira
Baixe sua planilha financeira

Mais Lidos

nathalia-arcuri
Educação financeira
7 dicas de como começar a investir com Nathalia Arcuri, do Me Poupe!
como-conseguir-descontos
Educação financeira
Como conseguir descontos e economizar (muito) dinheiro?
sacar sem cartão (1)
Caixa eletrônico
Quais operações podem ser feitas sem o uso do cartão físico?
Recomendados para você

VER TODOS OS CONTEÚDOS

keyboard_arrow_right
Fique por dentro das nossas novidades.
Deixe seu email aqui (fique tranquilo, não fazemos spam)