Você sabe o que é crowdfunding? Venha aprender com a gente!

Tem uma boa ideia, mas falta dinheiro pra começar? Veja a solução!
Por Equipe do Banco24Horas
13/05/2021
format_align_left 4 minutos de leitura

Certeza que você sabe o significado de crowdfunding! Poderia ficar mais simples se a gente trocasse a palavra inglesa por vaquinha, que tal? Mas acontece que o termo estrangeiro de fato fala de um processo mais amplo, inclusive já bem usado e famoso no Brasil. E é por isso que criamos este conteúdo que te conta tudo sobre o assunto.

Pra começar, pense que uma vaquinha pode resolver um pequeno problema de um amigo. Mas quando a gente leva essa mesma ideia pra uma plataforma digital, dá pra ajudar um grupo maior da sociedade. Assim, conectamos quem precisa com quem pode contribuir pra uma iniciativa sair do chão. E é justamente isso que se chama crowdfunding.

Quer saber mais e ver como fazer parte? O nosso artigo reúne os principais pontos pra você!

O que é crowdfunding?

Pra entender melhor o que é crowdfunding, vamos começar explicando a palavra. De modo bem prático, significa financiamento coletivo. Ou seja, estamos falando de um dinheiro que um grupo de pessoas junta pra investir em algo comum, ok? A essência é pensar em cooperação para o financiamento de projetos, algo que também tem bastante relação com iniciativas de consumo consciente.

Pensando que é um processo, como a gente te disse no começo do artigo, crowdfunding é uma forma estruturada pra investir em projetos. É estruturada porque não se limita a oferecer a possibilidade de contribuir com uma ideia, mas inclui meios pra comunicar a iniciativa, incentivar a participação e reunir pessoas engajadas em causas e propósitos. Assim, o crowdfunding envolve a inclusão digital e a mobilização social.

Isso não impede que alguém monte uma estratégia pra financiar a viagem dos seus sonhos, por exemplo. Mas essa pessoa vai precisar convencer outras de que elas devem participar, oferecendo incentivos, como poder acompanhar o que acontece na viagem e receber informações sobre os locais visitados, presentinhos ou qualquer outra coisa que gere valor. Então, é preciso pensar em uma estratégia.

Como funciona o financiamento coletivo?

O crowdfunding está diretamente ligado à economia digital. Essas iniciativas funcionam em plataformas online que permitem a descrição detalhada do projeto e apresentam a prestação de contas atualizada, garantindo transparência e controle de gastos pra quem participa da captação.

Quando você escolhe uma ideia e doa um valor, ele fica preso na plataforma e só é enviado aos criadores quando todo o dinheiro pedido for arrecadado. Então, se alguém pensou em um projeto que precisa de R$50 mil pra funcionar, só vai receber esse valor se a ação coletiva alcançar ou superar o montante. Do contrário, o dinheiro volta pra quem fez a doação.

Além disso, também é possível publicar vídeos explicativos, divulgar o total doado, compartilhar a página do projeto — cada detalhe da plataforma é pensado pra facilitar a captação do dinheiro e garantir que ele seja direcionado a propostas sérias.

Quais são os principais tipos de crowdfunding?

A lógica do crowdfunding é basicamente sempre a mesma, mas existem várias formas de colocar uma iniciativa pra frente e, principalmente, diferentes objetivos pra alcançar. Por causa disso, é comum que o crowdfunding seja dividido em vários tipos, o que dá uma boa ideia das possibilidades de uso do processo. Quer ver?

Doação

O financiamento coletivo do tipo doação é muito usado por instituições sem fins lucrativos, como forma de levantar dinheiro pra se manter. Nesses casos, o apelo costuma ser para o espírito de caridade, o que faz com que muitas dessas iniciativas não ofereçam recompensas.

Mas nada impede que o doador seja recompensado, mesmo com uma lembrança. Por exemplo, um orfanato pode enviar cartas das crianças agradecendo a doação ou desenhos feitos por elas. 

Políticos também costumam usar o crowdfunding pra conseguir doações para suas campanhas, especialmente aqueles que têm grande presença no ambiente digital.

Recompensa

Esse é o tipo mais comum e costuma arrecadar muito bem. Nesse caso, os criadores do projeto oferecem recompensas, normalmente na forma de produtos. Quer um exemplo? Imagine que uma banda com vários seguidores nas redes sociais decida gravar em um estúdio profissional, mas não tenha dinheiro pra isso.

Ela pode usar as redes sociais e uma plataforma de crowdfunding pra divulgar a ideia e oferecer as músicas de recompensa. Ou seja, quem doar recebe as gravações e, por que não, algumas faixas exclusivas que não estarão disponíveis pra quem não participar.

Equity Crowdfunding

Esse tipo de financiamento é voltado pra empresas e ocorre em plataformas específicas. O objetivo é atrair pessoas interessadas em investir em projetos empreendedores, o que torna muito comum a participação de startups.

Se essas empresas crescem e se valorizam, os investidores podem resgatar o valor investido como lucro. Pra isso, as empresas apresentam um projeto, cálculos mais complexos sobre a viabilidade do negócio e o valor que ele pode alcançar.

As empresas precisam de autorização da Comissão de Valores Mobiliários, da Bolsa de Valores, que é concedida com base em critérios legais. Considerando a importância da inovação pra economia e para as pessoas, esse tipo de crowdfunding é muito interessante.

Debt Crowdfunding

Esse tipo é bem parecido com o Equity Crowdfunding, mas o resgate não depende do desempenho do negócio. Mesmo que a empresa não se valorize, o capital será devolvido com juros, como em um empréstimo.

Quais são as principais plataformas de crowdfunding do Brasil?

Dá pra dizer que o formato de financiamento coletivo caiu no gosto dos brasileiros. Muito disso por causa da qualidade e da seriedade de algumas de nossas plataformas. A gente não vai relacionar todas pra você, mas algumas das principais estão listadas logo abaixo.

Catarse

A Catarse é uma das plataformas mais conhecidas e fáceis de operar. Foi a primeira a trazer o crowdfunding de recompensas para o Brasil.

Kickante

A Kickante recebe projetos com objetivos variados e tem modalidades de cobrança flexíveis. Não cobra pra lançar campanhas e nem de quem contribui, mas uma taxa do valor arrecadado.

Benfeitoria

Com um forte apelo social, a Benfeitoria não cobra comissões, pois é voltada especificamente pra projetos capazes de gerar impacto social, cultural e ambiental. 

EqSeed

A gente também quis incluir uma plataforma de Equity Crowdfunding e escolhemos a Eqseed. As empresas precisam enviar os projetos e são avaliadas em detalhe antes de iniciarem qualquer atividade de captação.

Pra terminar, a gente não podia deixar de estabelecer a relação entre o crowdfunding e a economia compartilhada. Conhece? A ideia é desenvolver iniciativas que firmem relações econômicas com melhor aproveitamento de recursos e benefício coletivo.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, veja como a economia compartilhada acontece na prática!

Fique por dentro das nossas novidades.
Segurança financeira
Baixe o e-book sobre segurança financeira
Planilha financeira
Baixe sua planilha financeira

Mais Lidos

nathalia-arcuri
Educação financeira
7 dicas de como começar a investir com Nathalia Arcuri, do Me Poupe!
como-conseguir-descontos
Educação financeira
Como conseguir descontos e economizar (muito) dinheiro?
sacar sem cartão (1)
Caixa eletrônico
Quais operações podem ser feitas sem o uso do cartão físico?
Recomendados para você

É possível fazer saque no cartão de crédito? A gente te conta aqui

Saque no cartão de crédito: veja as principais informações pra saber como fazer essa operação no dia a dia.

Presente para dia dos pais: 6 ideias baratinhas pra acertar gastando pouco!

Ainda não comprou o presente de Dia dos Pais? Sem problemas, preparamos um artigo com 6 dicas pra você acertar em cheio na hora de presentear o seu pai!

O que fazer nas férias? Veja dicas pra se divertir em casa com a família!

Aquela folga tão esperada está chegando e você não sabe o que fazer nas férias? A gente dá algumas dicas neste artigo!

Índices econômicos: quais são os principais e como eles influenciam sua vida financeira?

Você sabe quais são os principais índices econômicos e os motivos pra ficar de olho neles? Confira em nosso conteúdo!

Tudo que você precisa saber sobre formação de preço

Você sente que o negócio não consegue um retorno proporcional ao esforço que exige? Pode ser uma falha de formação de preço. Confira!

Ainda vale a pena andar com dinheiro na carteira? Confira!

Você tem o costume de andar com dinheiro na carteira? Saiba que usar notas e moedas pra compras e pagamentos tem vantagens. Saiba mais!

O que é cadastro positivo? Entenda aqui e agora!

Um nome sujo é aquele que tem dívidas. Mas você sabe o que é o cadastro positivo? Explicamos tudo neste artigo!

Veja como fazer festa junina gastando pouco pra aproveitar com a família

Você sabe como fazer festa junina gastando pouco? Pra ver como aproveitar a data mesmo em casa e curtir com a família, pegue as boas dicas do nosso blog!

Como economizar no presente do Dia dos Namorados?

Economizar no presente do Dia dos Namorados é importante pra não comprometer o orçamento doméstico. Neste artigo te mostramos como!

VER TODOS OS CONTEÚDOS

keyboard_arrow_right
Fique por dentro das nossas novidades.
Deixe seu email aqui (fique tranquilo, não fazemos spam)
Téo ChatBot