O que é liquidez? Entenda de uma vez por todas

Entenda como rentabilidade e liquidez estão ligados em nosso conteúdo.
Por Equipe do Banco24Horas
06/05/2021
format_align_left 4 minutos de leitura

Começar a investir é um desafio pra muita gente, mas pode valer muito a pena se você entender como funcionam os investimentos e qual tem mais a sua cara. Por isso, é importante buscar informação o tempo todo, concorda? Só assim dá pra usar seu dinheiro com segurança. Um dos primeiros passos pra investir é saber o que querem dizer algumas palavras utilizadas nesse ramo, mas que nem sempre falamos no dia a dia. Uma delas é liquidez

Poucos termos confundem mais do que esse, porque ele é quase uma pegadinha pra quem não é do setor financeiro ou de administração. Mas você vai ver que, depois de entender a origem da escolha dessa palavra, você nunca mais vai ter dúvida sobre ela.

Sabe por que isso é tão importante? É porque, sem entender o termo, é mais difícil saber o que acontece com seu dinheiro quando você investe. Afinal de contas, é só entendendo todo o cenário do investimento que conseguimos garantir sua rentabilidade (outra palavra que vamos esclarecer nas próximas linhas pra ajudar você a começar a investir). Confira!

Descubra agora mesmo o que é liquidez

Pra começar, vamos decifrar o significado de liquidez de um jeito que você não vai esquecer nunca mais. De forma bem simples, falar que um investimento é “líquido” é a mesma coisa que dizer que podemos ter o dinheiro investido de volta imediatamente.

Ou seja, quanto mais fácil é transformar um recurso em dinheiro, maior a liquidez. Por exemplo, um investimento feito em uma casa, que pode demorar meses pra vender, oferece menos liquidez do que o aplicado em um fundo de renda fixa, que pode ser resgatado imediatamente. Simples, né?

Isso significa que o dinheiro em espécie é a forma mais líquida da moeda. Ele pode ser trocado por um bem ou aplicado em um investimento imediatamente. Como ele “roda” mais facilmente, dizemos que tem maior capacidade de liquidar uma transação financeira — no sentido de finalizá-la.

Isso também quer dizer que, no momento que trocamos o dinheiro por outro bem ou patrimônio, a liquidez diminui. Afinal de contas, pra fazer uma nova troca, antes precisamos transformar o que compramos em dinheiro novamente. 

Agora que você sabe o que é liquidez, vai ficar mais fácil de entender por que essa palavra é tão importante pra investimentos, no orçamento pessoal e no fluxo de caixa das empresas, que precisam manter liquidez suficiente pra garantir a saúde financeira. Por exemplo, uma indústria que invista todos os recursos na fabricação de produtos vai ter baixa liquidez até conseguir vendê-los e receber os pagamentos.

Se ela não conseguir fazer isso no tempo certo, pode sofrer uma crise de liquidez — isto é, pode faltar dinheiro pra pagar as contas imediatas. Nesses casos, a solução pode envolver empréstimos ou a negociação de um prazo maior com os fornecedores.

Ao pesquisar sobre investimentos, você vai perceber que alguns podem ser de liquidez diária ou de longo prazo. No mercado financeiro, outra forma comum pra ilustrar se o investimento tem alta liquidez ou não é indicar que o resgate do dinheiro pode acontecer em “D (dia útil do resgate) + um número”. Por exemplo:

  • D+0 — investimento de alta liquidez, que pode ser resgatado no mesmo dia;

  • D+1 — é só somar um dia útil à data de solicitação do resgate, ou seja, o dinheiro volta pra você em até 24 horas após a liquidação do investimento;

  • D+30 — seguindo a lógica, em “dia mais 30” serão necessários 30 dias úteis para o recebimento. Esse é o investimento de menor liquidez entre os que usamos de exemplo.

Veja como a liquidez impacta nos investimentos

Pra saber qual é o melhor investimento pra você, vale colocar mais de um fator na balança. Além da liquidez, alguns dos principais são o lucro, a rentabilidade e a segurança. Alguns podem oferecer altos lucros, mas ter um período mínimo de investimento muito longo. Assim, se você precisar de alta liquidez, essa não é uma boa oportunidade. 

Outros podem ser arriscados demais, lucrativos de menos e assim por diante. Por isso, a primeira coisa que você precisa saber sobre o impacto da liquidez nos investimentos é que ela está entre as variáveis mais importantes na hora de decidir por uma ou outra opção.

Outra informação importante é que, quanto menor a liquidez, maior tende a ser o risco. Isso acontece porque, conforme o tempo passa, fica mais difícil prever o que pode acontecer. Caso alguma coisa mude e você precise do dinheiro imediatamente, a falta de liquidez pode trazer problemas. Assim, vale sempre considerar situações de emergência e oportunidades futuras ao pensar em investir.

Alguns dos melhores investidores ficaram conhecidos, justamente, por saberem prever o melhor momento pra formar liquidez, ou seja, pra garantir um bom “dinheiro em caixa” disponível pra aproveitar oportunidades.

Entenda a diferença entre liquidez e rentabilidade

Lembra do exemplo da indústria, que diminui a liquidez conforme compra matéria-prima e a transforma em produtos? Em uma situação normal, essa diminuição é pequena e planejada, tendo sempre o objetivo de garantir rentabilidade aos negócios da empresa com o lucro das vendas.

Se você não entendeu o que isso quer dizer, explicamos: a rentabilidade é a diferença entre o investimento feito e o resultado obtido, normalmente calculada em porcentagem. Se alguém investe R$1 milhão em uma fábrica e consegue R$100 mil desse valor de retorno, então tem uma rentabilidade de 10%.

O que a indústria faz, então, é usar o dinheiro pra garantir que vai receber mais do que investiu. Ela investe em matéria-prima e diminui sua liquidez, mas com o objetivo de ter retorno financeiro. Do mesmo jeito, quando alguém investe no mercado financeiro em uma operação de longo prazo, perde liquidez, mas contando com a rentabilidade do investimento.

Deu pra entender a diferença entre liquidez e rentabilidade? Pra esclarecer de vez: rentabilidade é o percentual de retorno de um investimento, enquanto a liquidez representa a rapidez com que o recurso está disponível pra uma nova transação.

Confira a liquidez dos principais tipos de investimentos

Sempre que você for fazer um investimento no mercado financeiro em busca de sua liberdade financeira, terá a informação sobre a liquidez de sua opção, mas vale a pena conhecer algumas das principais, que são:

  • Tesouro Selic — D+1;

  • CDB — com opções variadas de liquidez. As de longo prazo, sem liquidez imediata, oferecem maior rentabilidade;

  • Letras de Crédito — também com variações, o resgate pode ocorrer em alguns dias ou anos;

  • Fundos de Investimento — que também apresentam variações de liquidez.

Agora você sabe o que é liquidez e conheceu vários exemplos que vão facilitar a aplicação prática, mas temos uma última dica: o melhor investimento é sempre aquele que você conhece. Um corretor de imóveis experiente provavelmente se dará melhor comprando e vendendo casas, mesmo que outras opções, como ações, ofereçam maior rentabilidade. Então, informe-se constantemente sobre os termos e tendências do mundo do investimento pra aproveitar as oportunidades.

E, é claro, conte sempre com nossas dicas. Assine a newsletter do blog pra não perder nenhuma!

Fique por dentro das nossas novidades.
Segurança financeira
Baixe o e-book sobre segurança financeira
Planilha financeira
Baixe sua planilha financeira

Mais Lidos

nathalia-arcuri
Educação financeira
7 dicas de como começar a investir com Nathalia Arcuri, do Me Poupe!
como-conseguir-descontos
Educação financeira
Como conseguir descontos e economizar (muito) dinheiro?
sacar sem cartão (1)
Caixa eletrônico
Quais operações podem ser feitas sem o uso do cartão físico?
Recomendados para você

É possível fazer saque no cartão de crédito? A gente te conta aqui

Saque no cartão de crédito: veja as principais informações pra saber como fazer essa operação no dia a dia.

Presente para dia dos pais: 6 ideias baratinhas pra acertar gastando pouco!

Ainda não comprou o presente de Dia dos Pais? Sem problemas, preparamos um artigo com 6 dicas pra você acertar em cheio na hora de presentear o seu pai!

O que fazer nas férias? Veja dicas pra se divertir em casa com a família!

Aquela folga tão esperada está chegando e você não sabe o que fazer nas férias? A gente dá algumas dicas neste artigo!

Índices econômicos: quais são os principais e como eles influenciam sua vida financeira?

Você sabe quais são os principais índices econômicos e os motivos pra ficar de olho neles? Confira em nosso conteúdo!

Tudo que você precisa saber sobre formação de preço

Você sente que o negócio não consegue um retorno proporcional ao esforço que exige? Pode ser uma falha de formação de preço. Confira!

Ainda vale a pena andar com dinheiro na carteira? Confira!

Você tem o costume de andar com dinheiro na carteira? Saiba que usar notas e moedas pra compras e pagamentos tem vantagens. Saiba mais!

O que é cadastro positivo? Entenda aqui e agora!

Um nome sujo é aquele que tem dívidas. Mas você sabe o que é o cadastro positivo? Explicamos tudo neste artigo!

Veja como fazer festa junina gastando pouco pra aproveitar com a família

Você sabe como fazer festa junina gastando pouco? Pra ver como aproveitar a data mesmo em casa e curtir com a família, pegue as boas dicas do nosso blog!

Como economizar no presente do Dia dos Namorados?

Economizar no presente do Dia dos Namorados é importante pra não comprometer o orçamento doméstico. Neste artigo te mostramos como!

VER TODOS OS CONTEÚDOS

keyboard_arrow_right
Fique por dentro das nossas novidades.
Deixe seu email aqui (fique tranquilo, não fazemos spam)
Téo ChatBot