Afinal, vale a pena pagar IPTU à vista? Confira!

Veja o que você deve levar em conta pra não ter prejuízo com o IPTU.
Por Equipe do Banco24Horas
02/03/2021
format_align_left 6 minutos de leitura

O primeiro trimestre do ano é um período em que a gente sempre precisa se preocupar com algumas contas extras, como pagar IPTU, IPVA e, pra quem tem filhos, matrículas e material escolar. Pra incentivar o pagamento antecipado desses valores, muitas instituições e empresas oferecem descontos. Será que eles valem mesmo a pena?

Neste post, a gente te ajuda a avaliar o caso do IPTU — e você ainda vai poder usar a mesma lógica pra cada uma das outras despesas e sempre que precisar pensar em como economizar dinheiro. Vamos lá?

O que é o IPTU e como ele é calculado?

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é um tributo devido em razão da simples propriedade de um imóvel. Ou seja, qualquer propriedade em região urbana gera uma obrigação anual de pagamento.

Quem recolhe o valor é a prefeitura de cada cidade, que estabelece as regras no Código Tributário Municipal. Por isso, algumas delas mudam de acordo com o município — e muitas normas são comuns, pois obedecem a leis federais.

O percentual determinado por prefeitura é calculado de acordo com o valor do imóvel, o que significa que melhorias e a construção de uma casa em um terreno vazio, por exemplo, refletem em um aumento proporcional.

A prefeitura só pode aumentar o percentual cobrado com a autorização da Câmara de vereadores, mas todos os anos o total costuma sofrer correção. Confuso? É que, nesse caso, a alteração no valor total a ser pago ocorre por causa da variação de preço.

Por exemplo, um imóvel de R$ 300 mil em uma cidade com 1% de IPTU gera um imposto de R$ 3 mil, certo? Se o bem valorizar em R$ 100 mil em determinado período, os R$ 3 mil não corresponderão mais a 1%. Pra corrigir essa diferença é que ocorre o reajuste anual.

Muita gente acha que o IPTU é destinado pra melhorias da cidade, como manutenção de ruas, escolas municipais e assim por diante. Na verdade, não existe nenhuma obrigação da prefeitura nesse sentido. A receita de IPTU é somada ao orçamento do município, que gasta conforme definido pelo prefeito e autorizado pelos vereadores.

Algumas cidades oferecem descontos e condições especiais, dependendo da condição social ou faixa etária do proprietário. É sempre bom verificar cada caso e em cada cidade.

Quando vale a pena pagar IPTU à vista?

Sempre que a gente precisar comparar duas opções financeiras ou de investimento, é preciso considerar o que os contadores chamam de custo de oportunidade. Isso vale pra muitas decisões financeiras, inclusive na hora de avaliar iniciativas de economia compartilhada e disruptivas, desde que considerando as particularidades de cada caso.

Aliás, o custo de oportunidade é um conceito bacana de gravar na memória, pois ele vale para avaliar os mais diversos investimentos e despesas. Pra entendê-lo melhor, basta calcular a diferença de ganho entre duas ou mais alternativas. Se, por exemplo, você pode ganhar R$ 10 com uma e R$ 15 com outra, há um custo de R$ 5, se optar pela primeira.

É isso que chamamos de custo de oportunidade. Ele se refere à possibilidade de ganho que não foi aproveitada e, por isso, gerou um custo.

Vamos a mais um exemplo. Considere a seguinte situação:

  • a prefeitura oferece 20% de desconto pra pagamento do IPTU em janeiro;

  • você também pode pagar em 10 parcelas a partir de março;

  • você tem o valor aplicado em um investimento com rendimento de 0,5% ao mês.

Ou seja, você tem o dinheiro disponível para o pagamento e, durante o período de parcelamento, os juros do valor aplicado vão ser menores que os 20% de desconto por pagar à vista. Nesse caso, há um custo de oportunidade superior em deixar aplicado em vez de aproveitar o desconto.

Pra quem não quer fazer a conta

O primeiro detalhe a considerar é sempre o percentual de desconto. Depois, é só verificar se você pode fazer uso desse dinheiro da maneira mais vantajosa pra você. Na maioria dos casos, pagar IPTU e IPVA à vista com desconto costuma ser a melhor opção.

Se você não quiser fazer contas, pode partir da lógica de que, se tem o valor disponível, é muito provável que seja vantajoso fazer antecipação. Boa parte das opções de investimento oferecem menos de 0,4% ao mês, ou seja, nem meio por cento.

Não é um percentual atrativo em relação aos descontos por antecipação, que costumam variar entre 10 e 20%. Resumindo, com descontos próximos a 10% e juros em torno de 0,5%, opte por pagar em uma única parcela.

Pra quem não tem um orçamento anual

Partindo dessa lógica, também é preciso lembrar a influência da forma que você administra suas contas no decorrer do ano, pra poder aproveitar oportunidades diversas. O ideal é que você faça um acompanhamento anual das suas finanças pessoais, de modo que seja possível calcular o quanto reservar mensalmente pra aproveitar descontos e incentivos.

É muito mais fácil reservar R$ 100 por mês pra pagar uma despesa anual de R$ 1.200, do que descontar esse valor de um salário ou renda em um único mês. Se isso não for possível e a única alternativa for parcelar, o prejuízo é ainda pior. Ou seja, uma coisa é escolher um parcelamento no momento em que o desconto não é vantajoso, outra é ser obrigado. Isso tudo depende de uma boa educação financeira.

Quando não vale a pena antecipar o pagamento de impostos?

Agora, considere o mesmo exemplo do tópico anterior, mas em uma situação na qual, no lugar de ter o valor aplicado, o proprietário tem uma dívida no cheque especial, que geram juros de mais de 10% ao mês. 

Nesse caso, se ele quitar o empréstimo, vai economizar mais que os 20% ao longo do ano. Assim, o custo de oportunidade está em antecipar o pagamento do imposto. O melhor é usar o parcelamento e pagar o empréstimo, que tem um custo financeiro maior.

A mesma situação vai ocorrer se a prefeitura não oferecer desconto. A não ser que for um valor baixo, o que pode ocorrer com imóveis menores, e você preferir pagar em uma única parcela pra se livrar da despesa.

Outra situação pra desconsiderar o parcelamento é quando o dinheiro reservado está contado. Especialmente em períodos de incerteza, como o gerado pela pandemia, é aconselhável manter algum valor guardado, pra imprevistos ou urgências.

Pra terminar, devemos lembrar que também é importante considerar o conforto de não precisar se preocupar com uma conta a mais todos os meses, no caso da antecipação.

Principalmente pra quem não é muito organizado com o orçamento, quanto menos despesas, mais fácil o controle e menores as chances de cometer enganos. Esse também pode ser um real motivo pra pagar IPTU antecipado.

Ah, lógico, manter-se informado também é fundamental. Então não deixe de assinar a nossa newsletter.

Busca do Blog
Fique por dentro das nossas novidades.
Segurança financeira
Baixe o e-book sobre segurança financeira
Planilha financeira
Baixe sua planilha financeira

Mais Lidos

nathalia-arcuri
Educação financeira
7 dicas de como começar a investir com Nathalia Arcuri, do Me Poupe!
como-conseguir-descontos
Educação financeira
Como conseguir descontos e economizar (muito) dinheiro?
sacar sem cartão (1)
Caixa eletrônico
Quais operações podem ser feitas sem o uso do cartão físico?
Recomendados para você

Como sacar dinheiro do PicPay no Banco24Horas? Aprenda agora!

Como sacar dinheiro do PicPay no Banco24Horas? Conheça tudo sobre o assunto e aprenda o passo a passo pra usar essa facilidade!

Como sair das dívidas: um guia prático pra organizar suas finanças

Com dívidas, você precisa parar, avaliar e planejar uma saída. Do contrário, corre o risco de aumentar o problema a cada dia. Vamos entender pra resolver?

Tudo o que você precisa saber sobre reserva de emergência!

Ainda não tem uma reserva de emergência pra imprevistos? Entenda por que ela é tão importante e aprenda a criar a sua!

Como conseguir descontos e economizar (muito) dinheiro?

Você sabe como conseguir descontos? O primeiro passo é planejar muito bem suas compras. Leia o artigo pra ver mais dicas sobre como economizar!

Veja 5 dicas de economia doméstica pra aplicar a partir de hoje!

Quer alcançar seus objetivos financeiros mais rapidamente? Venha conhecer algumas práticas de economia doméstica!

Ovo de Páscoa caseiro: veja se vale a pena e descubra como fazer!

Quer aprender a fazer ovo de Páscoa caseiro? Então, veja agora mesmo o passo a passo que preparamos pra você!

Aprenda como declarar dinheiro em espécie no imposto de renda!

Sabe a multa por não declarar dinheiro em espécie? Nem precisa se preocupar com isso! A gente te ensina o passo a passo!

6 passos pra definir e alcançar os objetivos financeiros

Aprenda neste conteúdo como definir e alcançar seus objetivos financeiros e assuma o controle da sua vida.

VER TODOS OS CONTEÚDOS

keyboard_arrow_right
Fique por dentro das nossas novidades.
Deixe seu email aqui (fique tranquilo, não fazemos spam)
Téo ChatBot