Planejamento financeiro familiar: entenda o que é e como implementá-lo

Entenda o que é um planejamento financeiro familiar e a importância dele
Por Equipe do Banco24Horas
01/06/2022
format_align_left 12 minutos de leitura

O planejamento financeiro familiar é indispensável para conquistar qualquer objetivo na vida, tanto para quem deseja aumentar seu patrimônio, quanto para aqueles que querem sair das dívidas. 

Você sabe o que é um planejamento financeiro e como montá-lo? Tem dúvidas de como organizar um bom orçamento familiar? Responderemos algumas dúvidas a respeito para ajudar você a economizar e conseguir alcançar os seus objetivos. Continue a leitura para saber mais!

Como montar um bom planejamento financeiro familiar?

O planejamento financeiro familiar é a organização e a projeção das despesas e receitas da família. O seu principal objetivo é fornecer um cenário detalhado da situação financeira no seu lar.

É utilizado principalmente quando a família deseja alcançar um objetivo, seja uma viagem, a compra de um bem, investimento em educação e saúde, entre outros. Com um bom planejamento financeiro familiar, é possível identificar onde o dinheiro está sendo investido e analisar a possibilidade para a redução de custos.

Cada família deve montar o seu planejamento financeiro conforme a sua realidade, porém, existe uma metodologia utilizada por muitos educadores financeiros como um bom modelo para quem estiver iniciando.

A metodologia é conhecida como 50-15-35, e ela consiste nos seguintes pontos:

  • 50% da renda familiar devem ser destinada para as despesas fixas, como aluguel, escola, supermercado, internet, água, luz, condomínio, entre outras;

  • 15% da receita destinam-se para o pagamento de dívidas — caso a família não tenha, o percentual deverá ser redirecionado para uma poupança e/ou investimentos.

  • 35% do total das disponibilidades da família vão para os gastos não essenciais, como lazer, cinema, academia, salão e outros.

Caso você opte pelo uso desse método, faça as adaptações que favoreçam os planos financeiros de sua família. Você pode utilizar os 35% disponibilizado para as despesas não essenciais com um investimento, por exemplo, caso o seu objetivo seja a curto prazo.

Como organizar o planejamento familiar?   

Ao se planejar financeiramente é essencial organizar seus planos e metas e, é claro, também contar com a ajuda de toda a família.

Confira algumas dicas para organizar o seu planejamento financeiro familiar de forma eficaz!

Conte com o envolvimento de toda a família

Para alcançar um resultado positivo e conseguir realizar aquele sonho tão esperado, é necessário o trabalho e o comprometimento de toda a família.

Ao estabelecer novos hábitos financeiros, todos os membros do lar devem exercer o seu papel conforme o combinado no planejamento e evitar a prática dos velhos costumes.

Entenda que qualquer centavo vale muito

Ao se planejar financeiramente, a grande maioria das pessoas acredita ser necessário optar pelo corte dos gastos de maior valor. Porém, até mesmo as pequenas despesas fazem diferença no orçamento da família.

Em um grupo numeroso, por exemplo, se cada um conseguir economizar todos os meses R$ 20,00, o valor no final do mês pode ser maior que o esperado.

Hoje é possível investir com pouco dinheiro, deixando suas metas cada vez mais próximas da realidade.

Priorize compras com desconto e à vista

O cartão de crédito é um dos meios de pagamento mais utilizado pelas famílias brasileiras. Pela sua praticidade, ele acaba sendo usado de forma desproporcional à renda pessoal, trazendo sérios riscos de endividamento.

As taxas praticadas pelas instituições ao parcelar a fatura do cartão de crédito ou realizar o pagamento mínimo são altas, então é importante evitar o uso sem necessidade desse recurso.

Sempre que possível, opte pela compra à vista e garanta também os descontos que esse meio de pagamento pode ofertar. Ao usar o cartão de crédito, planeje-se para quitar o valor total da fatura e não ser pego desprevenido com altas taxas de juros.

Evite comprar por impulso

É normal realizar compras sem a devida necessidade. Para ter um bom planejamento financeiro familiar o ideal é que qualquer gasto seja bem planejado.

Antes de comprar qualquer item, analise por alguns segundos para depois não se arrepender e comprometer o orçamento familiar.

Respeite o seu padrão de vida

Quando o planejamento financeiro familiar começar a render algum dinheiro extra, é normal que a família queira estabelecer um novo nível de padrão de consumo.

Para que tudo que até o momento foi conquistado não se perca, o padrão de vida deve ser respeitado. Ao passar do tempo, todo o planejamento pode ser revisto e alterado de uma forma que melhor se encaixe na nova realidade da família.

Melhore a inteligência financeira

Quando você começa a dar a devida importância de gerir o seu dinheiro com sabedoria, colocando suas metas e planos em primeiro lugar, você está desenvolvendo o conceito de inteligência financeira.

A inteligência financeira é uma habilidade essencial para que o seu planejamento financeiro familiar tenha bons resultados.

Qual é a importância do planejamento financeiro de uma família?

Ao iniciar um planejamento financeiro familiar, todos os membros da família começam a desenvolver a inteligência financeira. Ações que envolvem guardar dinheiro são mais organizadas quando essa habilidade é adquirida.

Quando uma família não se planeja financeiramente, as chances de um endividamento são maiores. Com acesso facilitado a crédito ou pelo simples fato de gastar bem mais do que se ganha, muitas pessoas acumulam dívidas, recorrendo a empréstimos para quitá-las.

Ao se planejar financeiramente, o processo de reeducação financeira é iniciado. Apesar de nem sempre ser um método fácil, o controle das contas domésticas gera um equilíbrio orçamentário, oferecendo para a família o alcance dos objetivos com maior sucesso.

Com um planejamento financeiro bem feito, é possível que metas sejam estabelecidas previamente, com a apuração de prováveis problemas e respectivas soluções. Boas noções, como o controle de gastos e saber como repartir cada despesa conforme a renda da família, são adquiridas por meio de um orçamento adequado.

Quais são as vantagens de ter um orçamento pessoal?

Ter um orçamento pessoal traz inúmeras vantagens para a vida financeira. Com ele você evita gastar mais do que ganha e impede um endividamento inesperado. Além desses, você ainda pode contar com mais uma série de benefícios. Veja!

Conhecer a sua vida financeira

Um orçamento pessoal pode trazer à tona a sua realidade financeira e ainda demonstrar onde está indo o seu dinheiro. Por isso, com esse conhecimento, é muito mais fácil organizar as finanças.

Elencar os gastos

Quando se opta por realizar um planejamento financeiro, um dos principais benefícios é identificar quais são as principais despesas, dividindo-as em fixas e eventuais, e o valor que é gasto com cada uma. Caso seja preciso cortar algum item de consumo, você terá maior facilidade de visualizar aquele que é mais dispensável.

Identificar hábitos nocivos

Alguns hábitos financeiros são nocivos ao orçamento. Comprar por impulso e fazer um uso desenfreado do cartão de crédito são alguns exemplos. Ao identificar essas práticas negativas, fica bem mais fácil mudá-las.

Definir os melhores produtos financeiros

O orçamento financeiro é um ótimo aliado para você estudar o mercado e definir quais são os melhores produtos financeiros disponíveis. É importante conhecer investimentos com o melhor rendimento, que sejam o seu perfil e também contribuam com os seus objetivos.

Melhorar as tomadas de decisões

Quantas vezes você já fez uma escolha errada na sua vida financeira? Quando você se planeja financeiramente, as tomadas de decisão são pensadas com maior sabedoria e as escolhas costumam ser bem mais objetivas.

Conquistar os seus objetivos

Cada pessoa tem a sua própria meta financeira. Seja comprar um bem específico, ter uma poupança ou começar a investir no mercado, por exemplo. Mas sem um bom orçamento financeiro, dificilmente esse sonho será realizado. Ao se planejar, as conquistas e os objetivos ficam bem mais próximos de acontecer.

O que é um orçamento individual e familiar?

Um orçamento é importante para manter o equilíbrio das finanças e é essencial para aqueles que querem ter uma maior liberdade financeira.

Quando for planejar o seu orçamento, você pode optar por algo mais individual ou por um familiar. Para ajudar, vamos diferenciar um do outro, com características e benefícios de cada um. Confira!

Orçamento individual

Esse tipo de orçamento é ideal para aqueles que pagam apenas as próprias despesas. O orçamento pessoal é bem mais simples de ser administrado e organizado.

Ao fazer um orçamento individual, é importante listar todos os recebimentos e despesas de determinado período. Ao iniciar você pode utilizar uma tabela com base nos últimos 30 dias, sendo possível idealizar o resultado dos próximos meses.

Não deixe de incluir todos os objetivos e metas, como os valores que deseja investir, gastos com o lazer e uma reserva para emergências. Caso não tenha dívidas, o ideal é que 20% da renda mensal seja poupada.

Orçamento familiar

O orçamento familiar deve ser feito quando você arca individualmente, ou em conjunto com familiares, as despesas de mais pessoas além de você. Ao se planejar, é importante reunir as receitas de todos que têm ganhos na casa e as despesas em um todo.

O processo para organizar o orçamento familiar segue os mesmos passos de um orçamento individual. Sempre liste todos os ganhos da família e depois as despesas.

Por envolver mais membros, esse tipo de orçamento necessita de uma reserva maior para situações inesperadas. É importante incluir todos os gastos, inclusive os nãos eventuais, como matrículas e impostos.

Quais as principais dicas para montar um planejamento familiar?

Não basta saber da importância de planejar bem as finanças domésticas ou sobre a organização geral para essa empreitada. Vale a pena ficar por dentro dessas medidas práticas para conquistar seus objetivos. Quer saber o que fazer? Veja as dicas que separamos para você.

Negocie suas dívidas

Um planejamento financeiro familiar é ideal para evitar o endividamento e conseguir quitar todas as dívidas. O número excessivo de parcelamentos geralmente deixa o orçamento familiar bem mais apertado. Por isso é importante apurar o valor devedor e reservar uma parte dos ganhos para quitá-los.

Ao negociar suas dívidas, peça aos credores melhores propostas, com juros e multas mais acessíveis. Caso você já tenha o valor em mãos para quitá-la, uma boa opção é pedir um desconto.

Outra possibilidade é tentar substituir as dívidas de juros mais altos por um empréstimo ou financiamento com taxas que caibam no seu orçamento. Você pode substituir o cheque especial, por exemplo, por um crédito pessoal que ofereça condições melhores de taxas e juros.

Diminua os gastos e aumente os ganhos

Antes de comprar qualquer item, é importante planejar para ver se realmente é necessário e se isso cabe no orçamento familiar. Nos momentos de lazer, preze por atividades gratuitas ou aquelas mais simples, como um piquenique ou um passeio em espaços públicos.

A inteligência financeira precisa ser uma habilidade adquirida por todos os membros da família. Compras à vista devem ser a prioridade, pois assim é bem mais fácil de conseguir descontos e não prejudicar o orçamento familiar.

Não deixe de listar as receitas e despesas para não se perder no planejamento. Separe um tempo exclusivo para esse hábito e identifique se não há nenhuma falha no orçamento.

Também pode ser sugerida para os familiares a busca por outras fontes de renda extra, que ajudariam em uma receita mensal melhor. Quanto maiores os ganhos, maior a possibilidade de quitar dívidas e ainda conseguir manter um dinheiro na carteira.

Guarde dinheiro

O sucesso financeiro é alcançado, na maioria das vezes, quando as pessoas conseguem expandir os seus ganhos, economizar uma quantia todos os meses e depois investir. Para alcançar a tão desejada tranquilidade financeira, é necessário guardar dinheiro.

Também é preciso contar sempre com imprevistos financeiros do dia a dia, por isso a importância de fazer uma reserva de dinheiro e não deixar o orçamento no vermelho. Quanto mais membros na família, maior deve ser a reserva, pois o risco de surgir algo inesperado é bem maior.

Trace os seus objetivos e defina um prazo

Ao se planejar financeiramente, é importante focar em objetivos a curto, médio e longo prazo. Traçar metas para vários momentos da vida é algo fundamental para não se perder no meio do caminho.

Defina qual objetivo em seu planejamento será a longo prazo. Geralmente esse tipo de meta precisa de uma quantia maior, como a compra de um imóvel ou o acesso à educação superior por um membro da família.

Que tal planejar a troca do veículo ou a reforma de sua casa? Estabeleça uma meta a curto prazo, que geralmente corresponde a metade do tempo estabelecido a longo prazo.

Agora, para as coisas mais urgentes, como uma despesa de saúde ou a troca de mobília, definir um objetivo a curto prazo pode ser o ideal. Por demandar uma menor quantia financeira, você conseguirá alcançar esse objetivo em até a metade do médio prazo.

Invista o dinheiro para alcançar os seus objetivos

Ao conseguir guardar dinheiro com o planejamento financeiro, é hora de empregar esse valor no que realmente compensa. Poupança e conta corrente não são rentáveis, então prefira investir em aplicações financeiras.

Para objetivos a curto ou médio prazo priorize ativos que permitam a retirada do dinheiro rapidamente caso tenha a necessidade. Produtos de renda, como o Tesouro Direto e investimentos de alta liquidez são algumas das opções.

Caso você não precise do valor de imediato ou queira investir a longo prazo, uma boa opção são investimentos que paguem taxas prefixadas e que você não perca dinheiro, mesmo com a inflação.

Fazer um planejamento financeiro familiar pode ser uma tarefa complicada, mas é fundamental para a organização das finanças e para conseguir alcançar seus objetivos. A atividade deve envolver toda a família e ser trabalhada dia após dia para que todos colham bons frutos.

E aí, já está preparado para começar? Quer ficar mais seguro com as suas finanças? Saiba o que fazer: baixe nosso e-book com tudo o que você precisa descobrir sobre segurança financeira!

Fique por dentro das nossas novidades.
Segurança financeira
Baixe o e-book sobre segurança financeira
Planilha financeira
Baixe sua planilha financeira

Mais Lidos

nathalia-arcuri
Educação financeira
7 dicas de como começar a investir com Nathalia Arcuri, do Me Poupe!
como-conseguir-descontos
Educação financeira
Como conseguir descontos e economizar (muito) dinheiro?
sacar sem cartão (1)
Caixa eletrônico
Quais operações podem ser feitas sem o uso do cartão físico?
Fique por dentro das nossas novidades.
Deixe seu email aqui (fique tranquilo, não fazemos spam)
Téo ChatBot